Skip to main content
(Português) Apresentação

(Português) Apresentação

(Português) Breve História da Escola

(Português)

A Escola Superior Agrária (ESA) é uma das Unidades Orgânicas integrantes do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC), criada em 1985 através do Decreto do Governo n.º 46/85 de 22 de Novembro. Aliada a uma forte carga histórica, transportada pela importância cultural e arquitetónica das suas instalações, excelentemente recuperadas pelo Arquiteto Fernando Távora, a ESA apresenta uma equipa docente altamente qualificada e dinâmica, com uma grande diversidade de competências, que permitem desenvolver projetos de ensino, I&D e apoio à comunidade. A ESA-IPVC é um centro de formação humana, cultural, científica e técnica de nível superior, à qual cabe ministrar a preparação para o exercício de atividades profissionais altamente qualificadas e promover o desenvolvimento da região em que se insere, sendo suas atribuições:

a) à realização de cursos conducentes à obtenção, nos termos da lei, do grau de licenciatura e de mestrado;

b) à realização de cursos de técnicos e superiores profissionais (CTeSP) e outros cursos de pequena duração, creditáveis com certificados ou diplomas adequados;

c) à organização ou cooperação em atividades de extensão educativa, cultural e técnica;

d) à realização de trabalhos de investigação aplicada e de desenvolvimento experimental;

e) à organização ou cooperação na organização de cursos de formação profissional relacionados com os seus domínios de atividade, não diretamente enquadrados no sistema escolar;

f) o estabelecimento de acordos, convénios e protocolos de cooperação com organismos públicos ou privados, nacionais, estrangeiros ou internacionais, nos termos dos estatutos do IPVC.

Localizada no concelho de Ponte de Lima, é a única Escola Superior Agrária inserida no subsistema de ensino superior politécnico da Região Agrária de Entre Douro e Minho.

(Português) Constituição e Funções

A Escola Superior Agrária, integrada no Instituto Politécnico de Viana do Castelo, foi criada em 1985 através do Decreto do Governo n.º 46/85, de 22 de Novembro. A ESA apresenta como atribuições: • A formação inicial; a realização de cursos conducentes à obtenção, nos termos da lei, do grau de licenciatura e de mestrado; • A formação recorrente e a atualização; a realização de cursos técnicos e superiores profissionais e cursos de pequena duração, creditáveis com certificados ou diplomas adequados; a organização ou cooperação na organização de cursos de formação profissional relacionados com os seus domínios de atividade, não diretamente enquadrados no sistema escolar; • A investigação e o desenvolvimento; a realização de trabalhos de investigação aplicada e de desenvolvimento experimental; • O apoio ao desenvolvimento regional; estabelecimento de acordos, convénios e protocolos de cooperação com outros organismos e instituições públicas ou privadas, nacionais, estrangeiros ou internacionais, nos termos dos Estatutos do IPVC.

(Português) Organização Interna

A ESA-IPVC adota um modelo de gestão matricial que se manifesta na interação entre unidades estruturais de recursos e projetos. Os diferentes serviços permitem desenvolver projetos de ensino, investigação e desenvolvimento tecnológico (I&DT) e apoio à comunidade. A ESA-IPVC apresenta uma vasta e diversificada oferta formativa, onde se incluem Mestrados, Licenciaturas e Cursos Técnicos e Superiores Profissionais nas mais diversas áreas. Ao nível do Ensino, Investigação e Desenvolvimento Tecnológico, a ESA participa e coordena através dos docentes e técnicos, várias equipas e estruturas de investigação nacionais e internacionais, no âmbito de diversos protocolos de cooperação e programas de apoio. Neste quadro, verifica-se uma forte ligação a diversas instituições portuguesas e estrangeiras congéneres. Esta proximidade enquadra a possibilidade dos alunos, docentes e outros colaboradores poderem usufruir de períodos de estudo e trabalho em outras universidades estrangeiras, com as quais a ESA e o IPVC mantêm protocolos no âmbito de diversos programas. Em paralelo, organiza um conjunto de eventos de caráter técnico-científico, cultural e desportivo, participa na elaboração de publicações e em atividades de promoção dos recursos e valores locais.

Updated on 01/03/2021