Skip to main content
Print Friendly, PDF & Email

(Português) IPVC integra consórcio inovador

Publication date

19/06/2024

[:pt]

O consórcio, que inclui as universidades do Minho, Aveiro, Beira Interior e os Politécnicos do Cávado e Ave e de Leiria, será apresentado publicamente esta quarta-feira.

O Politécnico de Viana do Castelo integra o EPIC – Excelência Pedagógica e Inovação em Cocriação, um consórcio que junta várias instituições de ensino superior, com vista ao desenvolvimento e à inovação pedagógica de excelência junto do pessoal docente, não docente e estudantes das várias instituições-parceiras do projeto.

Com o lema “Formação para a Transformação”, o EPIC valoriza a reflexão e a inovação de cada elemento da comunidade académica, promove o acompanhamento por facilitadores e incentiva a partilha de resultados em comunidades de prática.

A par do Politécnico de Viana do Castelo, o consórcio EPIC é composto pelas universidades do Minho, de Aveiro e da Beira Interior e dos Politécnico do Cávado e Ave e de Leiria.

Trata-se da “primeira iniciativa nacional impulsionada pela DGES, financiada pelo PRR”, com vista à criação de “centros de excelência em inovação pedagógica no ensino superior”, destinados a docentes, pessoal não docente e estudantes, começa por explicar a pró-presidente do Politécnico de Viana do Castelo para a Inovação Pedagógica e Flexibilidade Curricular, Ana Teresa Oliveira.

Este consórcio e o seu plano de desenvolvimento e implementação constituirá um dos cinco centros de excelência de inovação pedagógica a nível nacional, que vai “contribuir para o desenvolvimento de ações políticas e estratégicas através da sua participação no Conselho Nacional para Inovação Pedagógica, que está a ser criado”.

 Adicionalmente, o EPIC pretende contribuir para “a implementação de um movimento integrado, que vá de encontro ao desenvolvimento de um ensino superior transformado na sua relação com o ensino-aprendizagem e com os estudantes”.

Projeto alinhado com a política institucional do IPVC

O projeto encontra-se alinhado com a política institucional do Politécnico de Viana do Castelo, que definiu, no Plano Estratégico para 2024-2028, a importância da formação técnico-científica inserida na formação global do estudante, uma formação que “transpõe os espaços académicos” e proporciona ao estudante oportunidades para um crescimento académico, mas também social, cultural e desportivo, balizado por uma educação inclusiva e equitativa, que aumente a centralidade no aluno e que contribua para que este se torne um cidadão mais responsável e mais ativo na comunidade.

Nesse sentido, tem sido preocupação do Politécnico de Viana do Castelo apostar num novo modelo pedagógico, que comporte uma oferta formativa “comprometida com a qualidade e com a inovação educacional”, sempre alicerçado em munir os seus intervenientes, sejam eles pessoal docente, não docente e estudantes, das ferramentas mais atualizadas em termos pedagógicos e da investigação produzida. “Um consórcio onde os seus participantes podem cocriar conhecimento e aprender colaborativamente com os seus pares, entre instituições, permite uma expansão e diversidade de conhecimento etnocêntrica e, simultaneamente, partilhada, o que permite desenvolver e aprofundar conhecimento e experiência”, realça, ainda, Ana Teresa Oliveira.

O consórcio EPIC será apresentado online esta quarta-feira, às 14h, contando com a participação das seis instituições envolvidas.

O EPIC representa uma comunidade de 72 mil estudantes e seis mil docentes das regiões norte e centro do país.

Levando em consideração a diversidade e especificidades de cada instituição, o consórcio EPIC tem três objetivos principais:

  1. O desenvolvimento de percursos de formação pedagógica de excelência, que impactem positivamente as experiências dos estudantes nas suas unidades curriculares, com uma forte componente digital e especial atenção às áreas de Ciências Sociais, Humanas e Artes;
  2. A consolidação de uma plataforma online com materiais e recursos destinados a envolver e requalificar esta comunidade, promovendo um ambiente de aprendizagem contínua e
  3. A produção e teste de um referencial para a profissionalização pedagógica dos docentes, criando condições de transparência e de fiabilidade para o reconhecimento e avaliação da sua componente pedagógica.

Este consórcio é constituído na sequência da publicitação do Programa “Impulso mais digital”, no âmbito do PRR, na submedida “Criação de Centros de Excelência de inovação pedagógica”, centrada na promoção da inovação pedagógica, com forte componente digital, e procura consolidar dinâmicas institucionais de modernização pedagógica no ensino superior.

Primeira edição das Jornadas EPIC com formações em inovação pedagógica

 A primeira edição das Jornadas EPIC ocorrerá online de 20 a 28 de junho, oferecendo formações de curta duração sobre temas variados.

Ao longo destes dias, estão previstas formações de curta duração, promovidas pelas seis instituições-parceiras sobre temáticas como “Que transformação queremos ver nas nossas Escolas? Agitando as águas do ensino superior em Portugal” ou “Portfolio digital em cursos técnico-científicos: sua aplicação, da unidade curricular ao ciclo de estudos e à entrada no mercado de trabalho”, promovidas pelo IPVC.

Mas o leque que formações é mais basto: aceda AQUI e fique a conhecer as ações que irão decorrer. As inscrições terminam esta quarta-feira. Os interessados deverão criar login no respetivo separador e, depois, proceder à sua inscrição nas ações que mais lhe interessam. A criação do login deverá ser realizada com o email institucional.

MOOC abertos à comunidade EPIC

A par das jornadas, estão também disponíveis para a comunidade EPIC MOOC, formações que o participante poderá fazer ao seu ritmo. Informações e inscrições AQUI.

Estas formações foram desenvolvidas para responder aos quatro percursos formativos, que resultam da união de esforços e capacidades das seis instituições-parceiras.

Quatro percursos formativos:

 “+ digital” | Transformação digital das experiências de ensino, aprendizagem;

“+ plural” | Design universal de aprendizagem como estratégia para acessibilidade;

“+ estudante” | Compreensão da diversidade da população estudantil atual e sobre estratégias que promovam o sucesso;

“+ rede” | Desenhar experiências de ensino e aprendizagem em construção com a comunidade.

Entretanto, a 12 de julho, terá lugar a primeira edição do Fórum EPIC. Trata-se do “momento maior para onde convergem as comunidades das seis instituições do EPIC, de forma a partilharem boas práticas em inovação pedagógica.

[:]

Updated on 19/06/2024