Escolas Superiores Portais
ESEESAESTGESSESCEESDL MULTIMÉDIAINTERNACIONAL
Escola Superior de Educação
Escola Superior Agrária
Escola Superior de Tecnologia e Gestão
Escola Superior de Saúde
Escola Superior de Ciências Empresariais
Escola Superior de Desporto e Lazer
SASOTICEMPREGO
 
   
 

ROBERTO CHICHORRO

Roberto Chichorro

“Cancioneiro de muitas Luas” em exposição

>> Mostra é inaugurada amanhã e pode ser visitada até 15 de julho

ROBERTO CHICHORRO nasceu em 1941, em Lourenço Marques. Trabalhou como desenhador de publicidade e arquitetura, e como decorador de pavilhões para feiras internacionais em Moçambique. Fez cenografias para espetáculos e ilustrou vários livros. De 1982/85 é bolseiro do Governo Espanhol, em Madrid, para cerâmica (Taller Azul) e zincogravura (Óscar Manezzi). Em 1986 é bolseiro do Governo Português, vivendo em Portugal desde essa data e dedicando-se exclusivamente à pintura.

Para todos quantos não tiveram ainda a oportunidade de conhecer de perto o seu trabalho, surge agora a oportunidade com o “Cancioneiro de muitas Luas”, exposição de pintura do artista que será inaugurada já amanhã, quinta-feira, 14 de junho, pelas 21h00, no edifício do Centro Académico (ex-BC9) do Instituto Politécnico de Viana do Castelo [IPVC], numa cerimónia que será presidida por Rui Teixeira, Presidente da instituição.

“Chichorro é África”. O comentário é da autoria de Maria João de Sousa Carvalho. Para a médica e escritora, este trabalho de “Encontros Alados” do artista é surpreendente, já que “de dentro dos seus azuis deslumbrantes gritam os encarnados sumarentos e os roxos dos poentes longínquos num linguajar quente e sedutor”.

Segundo Maria João de Sousa Carvalho “não se trata simplesmente de pintura, da tradução das coisas simples em traços e tinta. Chichorro é um poeta que usa os pincéis para descrever o quotidiano do nosso interior primário, onírico e esvoaçante” considera ainda a escritora a propósito do artista.

À criatividade de Chichorro foram já atribuídos vários prémios, como o Prémio de Aquisição no Salão de Arte Moderna (1973 – Luanda, Angola) Menção Honrosa no Salão de Outono do Casino Estoril (1987 – Estoril)), Menção Honrosa na Bienal de Óbidos (1991- Óbidos), Prémio Prestígio LIÁFRICA (1998 - Lisboa), Prémio Carreira (2007 - Lisboa), Prémio Pintura (2008 – Lisboa), Prémio MAC Honorário (2009, Lisboa)

Para além de deter Exposições em Museus de referência nacional e internacional, como o Museu de Arte Moderna do Maputo (Moçambique), ainda em vários edifícios oficiais em Moçambique, Museu de Arte Contemporânea de Lisboa (Portugal), Museu de Arte Contemporânea de Luanda (Angola), Museu da Caixa Geral de Depósitos (Portugal), são ainda e já incontáveis as suas exposições individuais e coletivas; coleções particulares em países como Moçambique, Angola, Portugal; Brasil, Itália, Espanha, França, Bélgica, Inglaterra, Alemanha, Tanzânia, Costa Rica e Nicarágua; bem como os seus inúmeros trabalhos de ilustração.

A exposição é de entrada livre e estará patente até ao dia 15 de julho, podendo ser visitada todos os dias (fins de semana inclusive), até às 22h00.

Última atualização: 
13.06.2012
 

Hiperligações

Download

Imagens

Roberto Chichorro

Imagens

Roberto Chichorro

Imagens

Roberto Chichorro

Partilhar

 
 
 
 
 
 
 

Em destaque

EM AGENDA

D S T Q Q S S
 
 
 
 
 
 
1
 
2
 
3
 
4
 
5
 
6
 
7
 
8
 
9
 
10
 
11
 
12
 
13
 
14
 
15
 
16
 
17
 
18
 
19
 
20
 
21
 
22
 
23
 
24
 
25
 
26
 
27
 
28
 
29
 
30
 
31
 
 
 
 
 
 
Format: 2018-12-19
Format: 2018-12-19