Escolas Superiores Portais
ESEESAESTGESSESCEESDL MULTIMÉDIAINTERNACIONAL
Escola Superior de Educação
Escola Superior Agrária
Escola Superior de Tecnologia e Gestão
Escola Superior de Saúde
Escola Superior de Ciências Empresariais
Escola Superior de Desporto e Lazer
SASOTICEMPREGO
 
   
 

Empreendedorismo IPVC na Imprensa

Projeto reconhecido pela Comissão Europeia

> Um programa de “Educação para o Empreendedorismo para crianças dos 3 aos 12 anos desenvolvido na Formação Inicial de Professores na ESE-IPVC acaba de ser considerado exemplo de boa prática pela Comissão Europeia
>> Pelo seu caráter de interesse o programa foi incluído na publicação organizada pela mesma Comissão intitulada Educação para o empreendedorismo – um guia para educadores [Entrepreneurship Education – A Guide for Educators]. 

O projeto “Empreendedorismo para crianças dos 3 aos 12 anos” é o resultado de uma parceria entre a Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Viana do Castelo [ESE-IPVC], a Comunidade Intermunicipal do Alto Minho e o Centro Educativo Alice Nabeiro – Associação Coração Delta, com quem foi assinado um protocolo de colaboração, no sentido de adquirirem os conceitos e as melhores práticas relacionadas com o empreendedorismo escolar.

“O projeto partilha uma definição ampla do empreendedorismo, vista como um processo para habilitar os alunos a transformar ideias em ação, e é destinado a promover as competências conhecidas como " soft skills", tanto em crianças como em futuros professores” explica Lina Fonseca, Coordenadora do projeto naquela Escola Superior do Politécnico de Viana, a propósito deste trabalho.

Uma das vertentes do projeto – a que envolve a Formação Inicial de Professores em Educação para o Empreendedorismo – foi apresentada num encontro organizado pela Comissão Europeia em Dublin, tendo sido selecionado como uma boa prática, o que conduziu à sua inclusão numa publicação organizada pela Comissão Europeia.

O manual “Ter Ideias para mudar o mundo”, organizado pelo Centro Educativo Alice Nabeiro, e a sua utilização na formação de professores foi considerado caso de interesse pela Comissão Europeia, que pretende agora divulgar este e outros projetos por professores das escolas dos Estados-membros.

“Numa próxima fase esta publicação será ainda lançada (em papel) em diversas línguas” revela a responsável, Lina Fonseca.

“O programa conta com materiais e propostas de atividades concebidas para crianças em idade pré-escolar (3-5 anos), 1 º ciclo do ensino básico (idades 6-9 anos) e 2 º ciclo do ensino básico (10-12 anos) ” informa a responsável.

Segundo Lina Fonseca da ESE-IPVC, “as crianças apresentam as suas ideias, e com base nelas desenvolvem os seus próprios projetos, enquanto exploram e desenvolvem as habilidades exigidas em várias áreas do conhecimento empreendedor.”

A Escola está paralelamente a trabalhar noutras vertentes aplicando “o manual na formação de educadores de infância e professores que frequentam os seus cursos. "O processo iniciou-se com a nossa própria formação junto da equipa do Centro Educativo Alice Nabeiro. Numa fase seguinte desenvolvemos um projeto-piloto que envolveu estudantes de mestrado e

crianças e educadores de dois Jardins de Infância onde os estudantes realizavam os seus estágios. Posteriormente desenvolvemos uma ação de formação de um grupo de professores de todos os concelhos do Alto Minho, tendo contado com a parceria da CIM-Alto Minho. Atualmente estamos a integrar esta componente na formação inicial de professores na nossa escola", explicou ao Expresso, Luísa Neves, Diretora da Escola Superior de Educação do IPVC.

“Uma das apostas em que estamos empenhados é na formação contínua de professores” declara Teresa Gonçalves, Subdiretora da ESE-IPVC. “Urge qualificar os professores em exercício de funções”, acrescentando que o objetivo é o de que “a partir daqui formar em maior número de futuros e atuais professores” e considerou que “será pertinente produzir investigação nesta área, para uma maior e mais eficaz disseminação das vantagens da metodologia”.

Recorde-se que é com base nesta experiência e na metodologia inovadora desenvolvida pelo Centro Educativo Alice Nabeiro, que a CIM e o IPVC pretendem promover na comunidade educativa do Alto Minho a apropriação social do espírito e cultura empreendedora nos três primeiros níveis de ensino, através da criação de ambientes de aprendizagem motivadores, gratificantes e exigentes que promovam o espírito de iniciativa, a capacidade de gerar e aplicar ideias e uma maior criatividade e autoconfiança, reforçando estes elementos em todos os currículos e áreas de estudo.

NOTAS
Publicação disponível aqui (páginas 38 e 39)

Na Imprensa
De Campo Maior para a Europa
in Expresso, 19 out. ‘13

Centro Educativo promove aulas de empreendedorismo para crianças em Campo Maior
in SIC Notícias, 16 out. ‘13

Última atualização: 
24.10.2013
 

Imagens

Empreendedorismo

Partilhar

 
 
 
 
 
 
 

Em destaque

EM AGENDA

D S T Q Q S S
 
 
 
 
 
 
1
 
2
 
3
 
4
 
5
 
6
 
7
 
8
 
9
 
10
 
11
 
12
 
13
 
14
 
15
 
16
 
17
 
18
 
19
 
20
 
21
 
22
 
23
 
24
 
25
 
26
 
27
 
28
 
29
 
30
 
31
 
 
 
 
 
 
Format: 2020-08-10
Format: 2020-08-10