Escolas Superiores Portais
ESEESAESTGESSESCEESDL MULTIMÉDIAINTERNACIONAL
Escola Superior de Educação
Escola Superior Agrária
Escola Superior de Tecnologia e Gestão
Escola Superior de Saúde
Escola Superior de Ciências Empresariais
Escola Superior de Desporto e Lazer
SASOTICEMPREGO
 
   
 

Literacia financeira nos primeiros anos – o contributo da Matemática

Enquadramento da Ação

Grau: 
Formação Contínua
Regime: 
Pós-laboral
Escola: 
ESE - Escola Superior de Educação
Local: 
Viana do Castelo
Duração: 
25 horas + 25 horas; 2 créditos
N.º de vagas do curso: 
Mínimo - 10; Máximo - 25
Coordenador: 

Lina Fonseca & Ana Barbosa

Modalidade de Formação: Oficina de Formação
Registo de acreditação (CCPFC): CCPFC/ACC-88362/16

Na última década, provavelmente potenciado pelos tempos de crise que o mundo vive, surgiram referências explícitas à iliteracia financeira manifestada por muitos cidadãos, facto que reforçava a sua exclusão financeira e social e dificultava o exercício de uma cidadania informada e plena (OECD, 2005; PISA, 2012). Esta constatação apontava para a necessidade de se capacitarem os jovens, desde cedo, sobre Educação Financeira.
Diferentes organizações e autores problematizam o modo como o tema pode ser abordado na escola, como disciplina, módulo, curso, projeto, seminário, conferência, etc, desde o pré-escolar até ao ensino secundário, e sugerem ligações a diferentes conteúdos curriculares, de entre eles a matemática (Fonseca, Gonçalves, Barbosa, Barbosa, Peixoto, 2015; Ministério da Educação e Ciência, 2013; McCormick, 2009; OECD, 2005; Silva & Powell, 2013).
A OECD (2005) defende a necessidade de se proporcionar a todos os cidadãos informação sobre factos e dados, bem como conhecimento específico para os tornar conscientes das suas possibilidades, das oportunidades financeiras, das escolhas possíveis e das consequências daí decorrentes e do seu papel essencial como agentes de mudança no meio em que se integram (Carver, 1997).
O Ministério da Educação e Ciência preocupou-se em organizar o Referencial de Educação Financeira (REF) (Ministério da Educação e Ciência, 2013) no sentido de apresentar um guião com temas, subtemas e conteúdos a trabalhar com crianças e alunos, desde o pré-escolar até ao 12º ano de escolaridade, no sentido de permitir a aquisição de conhecimentos na área financeira. Apesar da existência deste documento a temática da Educação Financeira, aliando-se à Educação Crítica (Skovsmose, 2001) o que implica maior justiça social, maior equidade, melhores oportunidades para todos, ainda não é uma realidade explorada nas escolas, no âmbito da Educação par a cidadania.
Com esta proposta pretende-se contribuir para trazer a temática da Educação Financeira para a ordem do dia, relacionando-se com as áreas curriculares, particularmente com a matemática, tendo como finalidade o aumento da literacia financeira das crianças dos 3 aos 12 anos, através da intervenção intencional e focada dos seus professores/educadores o que contribuirá para a sua capacitação como cidadãos.

Última atualização: 
14.11.2017
 

Partilhar

 
 
 
 
 
 
 

Em destaque

EM AGENDA

D S T Q Q S S
 
 
 
1
 
2
 
3
 
4
 
5
 
6
 
7
 
8
 
9
 
10
 
11
 
12
 
13
 
14
 
15
 
16
 
17
 
18
 
19
 
20
 
21
 
22
 
23
 
24
 
25
 
26
 
27
 
28
 
29
 
30
 
 
 
Format: 2017-11-25
Format: 2017-11-25

Próximos Eventos